• Cadastre-se
  • Pagamento
  • Sem horários fixos. 24h. Sem sair de casa. Sem equipamentos.

    Sem horários fixos. 24h. Sem sair de casa. Sem equipamentos.

    20 ~ 25 minutos por dia. Transforme a sua vida e a vida de sua família.

    20 ~ 25 minutos por dia. Transforme a sua vida e a vida de sua família.

    Reduzir Massa ou Ganhar. A escolha você decide.

    Reduzir Massa ou Ganhar. A escolha você decide.

    Adquira Saúde e Força. Treinamentos Motivados.

    Adquira Saúde e Força. Treinamentos Motivados.

    Fique por Dentro

    quinta-feira, 26 de maio de 2016

    ERROS QUE ENGORDAM - PARTE 3

    Treino Insano

    21. Comer em grande quantidade 
    Para garantir a boa forma não é preciso parar de comer, mas sim, saber fazer escolhas inteligentes e ter bom senso na hora de montar um prato de comida. "O ideal é fracionar as refeições. Quando consumimos muitas calorias de uma só vez, a chance de ingerir excessos é muito grande e isso faz com que nosso organismo estoque em forma de gordura".

    22. Tomar muito chá verde com o objetivo de emagrecer 
    O chá verde tem sim seus benefícios. "Ele possui o epigalato 3, uma sustância que tem uma ação termogênica, ou seja, acelera o metabolismo. Mas a quantidade é pequena, varia entre 5% e 10%", observa. O que significa que tomar chá verde o dia todo não é a solução para o emagrecimento. Além disso, ele tem seus contras. "Ele tem alto teor de cafeína, então, quando é ingerido logo após as refeições, acaba comprometendo a absorção de micronutrientes como ferro e cálcio".

    23. Tomar shakes para substituir as refeições 
    Os famosos shakes são bem atraentes por prometerem a sensação de saciedade de forma rápida e pouco calórica, mas os especialistas não incentivam o hábito. "O shake é um produto processado, o que foge da ideia de uma alimentação natural. Tomar shake ainda pode levar a um período menor de saciedade e inclusive à deficiência de algum nutriente, como vitaminas e minerais. O shake uma hora ou outra vai enjoar e não é um comportamento que faz parte da reeducação alimentar".

    24. Mistureba no prato 
    Quem nunca cometeu exageros na hora da fome no restaurante por quilo? Basta dar uma olhadinha nos pratos mais lotados para se comprovar a presença de arroz, macarrão, comida japonesa, feijoada e muitas outras combinações um tanto quanto estranhas. A prática, no entanto, é um erro. "O ideal é consumir um grupo de alimentos a cada refeição. A mistura de grupos acaba deixando o prato mais calórico".

    25. Se segurar o dia todo e compensar na "gula' à noite 
    Este é um péssimo hábito, especialmente porque à noite o metabolismo fica mais lento. "É o momento do dia em que você tem que comer menos, porque não vai ter um gasto de energia considerável, e seu corpo esta se preparando pra descansar. Além disso, o fato de comer muito pode causar insônia e pesadelos".

    26. Misturar dois carboidratos no prato 
    Apesar de esta combinação ser uma das grandes vilãs das dietas, essa mistura pode ser feita desde que as porções sejam divididas de forma que somem uma porção. "Por exemplo, se for comer purê de batatas, coma apenas duas colheres de sopa, com duas de arroz".

    27. Almoçar ou jantar cada dia em um horário 
    Para quem tem rotina, fica fácil se organizar para fazer as refeições todos os dias no mesmo horário. Mas para quem tem um trabalho um pouco mais atípico isso já fica mais difícil. O maior problema nesse sentido é o período de jejum que se forma. "As pessoas acabam comendo muito mais do que deveriam, fica aquele sentimento de 'pobre de mim, posso tudo porque fiquei o dia todo sem comer'. Se a pessoa não consegue colocar uma rotina, o ideal é fazer um lanche ou algo do tipo". Os especialistas reforçam que o fato de ficar muito tempo sem comer também contribui para a perda da massa muscular. "Quando você não dá energia para o corpo, ele busca da reserva".

    28. Mastigar chiclete o dia todo 
    Mastigar, mastigar e mastigar, sem mandar nada para o estômago. Este é outro hábito que está sempre na mira dos especialistas. "Toda vez que a pessoa mastiga o chiclete, acaba ativando a produção de enzimas na boca, e a tendência é cada vez ter mais fome", ressalta Elaine. Para quem não abre mão do hábito, o indicado é optar pelas versões sem açúcar, porque, do contrário, "acabará aumentando o valor enérgico com um alimento que não tem valor nutricional nenhum".

    29. Comer ração humana no lugar de uma refeição 
    A ração humana virou uma febre há alguns anos, quando surgiu com a promessa de saciar a fome e ajudar na perda de peso. No entanto, não deve ser consumida com o intuito de emagrecimento. "Além disso, o consumo dos mesmos ingredientes todos os dias acaba enjoando e até mesmo gerando um processo alérgico." Outro problema é o excesso de fibras, que compete com a absorção de diversas vitaminas e minerais, gerando uma deficiência nutricional. "O ideal é variar sempre as fibras, e não necessariamente consumi-las todas juntas. Mas lembre-se que você nunca deve substituir isto por uma refeição, sendo ração humana ou não".

    30. Excesso de açúcar e de sal 
    Estes são alguns dos maiores vilões da alimentação. "Além de aumentar o peso, o açúcar acaba aumentando o triglicérides. O ideal é substituir por adoçantes naturais, açúcar mascavo ou mel". Já o sal em excesso é o inimigo da pressão alta e dos problemas cardiovasculares, além de contribuir para a retenção de líquido. "Substitua por temperos naturais e coloque o sal apenas no momento da refeição; 2 gramas por dia é o suficiente".

    Conheça nosso Treinamento clicando aqui

    Informações:
    meutreinoinsano@gmail.com 
    + 1 (410) 629-9321 Philadelphia, PA - USA
    + 55 (21) 98888-3255 Rio de Janeiro, RJ - BRASIL

    sábado, 7 de maio de 2016

    ERROS QUE ENGORDAM - PARTE 2

    Treino Insano

    11. Excluir radicalmente a carne vermelha do cardápio 
    Para quem não é muito chegado em carne vermelha, ou é vegetariano, a atenção ao cardápio também deve ser redobrada. "A principal preocupação em não ingerir carne vermelha é não conseguir suprir a quantidade de minerais necessários para o organismo". Se a pessoa tiver uma alimentação variada e rica em nutrientes, é possível excluir a carne e manter a saúde. "O ferro pode ser suprido por alimentos folhosos verde escuros, assim como o gergelim e a uva vermelha".

    12. Comer massa no almoço todos os dias 
    Quem tem um pezinho na Itália e não dispensa uma boa macarronada, no lugar do brasileiríssimo arroz e feijão, deve ficar de olho na saúde. "Um prato só de macarrão deixa de ter as fibras e minerais de um prato mais variado. Além disso, pode ser um prato bem mais calórico, dependendo do molho. É um prato rico em amido, que é um carboidrato que nos dá milhares de moléculas de glicose, e isso representa um risco real de, no futuro, ter problemas como um possível diabetes".

    13. Não variar nos legumes no prato 
    "Uma alimentação rica em nutrientes, é uma alimentação colorida. Quanto mais colorido, mais nutrientes antioxidantes ele tem". 

    14. Não comer frutas 
    Desde crianças, ouvimos que as frutas são ricas em fibras e vitaminas. Só que no dia-a-dia nem sempre conseguimos incluí-las na alimentação. "As frutas deixam o organismo forte e resistente. As fibras o deixam em equilíbrio, filtrando as toxinas e garantindo seu bom funcionamento".

    15. Não mastigar bem 
    Comer rápido é uma característica do mundo moderno e, às vezes, para ganhar alguns minutos, muita gente mal sente o gosto da comida. "Não mastigar os alimentos leva a um processo de má digestão e ainda a um maior consumo de calorias, já que a sensação de saciedade leva de 15 a 20 minutos para acontecer". O ideal é mastigar até que ele fique sem grandes pedaços sólidos. "Descanse o talher no prato, se necessário, para ajudar neste processo, coma em pratos pequenos e com talheres pequenos. Procure demorar uns 20 minutos ou mais para fazer sua refeição".

    16.Tomar muito refrigerante 
    O refrigerante não só contribui com o aumento de peso pela quantidade açúcar, como também pode trazer outros problemas. "Os lights e diet podem ser prejudiciais pelo excesso de adoçantes. O ideal é deixar para consumir aos finais de semana de maneira controlada ou substituir por sucos naturais sem açúcar".

    17. Tomar líquido na hora da comida 
    Muito se discute sobre o ato de ingerir líquidos na hora da refeição - o maior medo das pessoas é engodar. Um copo de 200 a 250 ml durante a refeição não vai atrapalhar em nada. "O problema é que as pessoas tomam muito durante a refeição e, se exceder, isso pode atrapalhar na absorção dos nutrientes", observa.

    No caso de idosos, que têm a diminuição de secreções, como a saliva, além de dificuldade na mastigação, o líquido é um aliado, mas sempre respeitando os limites de quantidade.

    18. Não tomar água 
    "Corpo desidratado pode gerar um envelhecimento precoce e danos nas células, causando um desequilíbrio no organismo". O líquido é responsável por funções metabólicas em diversas sínteses do organismo.

    19. Beber líquido em excesso 
    "Beba quatro litros de água por dia e seja saudável" - quem nunca leu essa frase estampada em alguma revista e acabou acatando a máxima como uma verdade absoluta. Pecar pelo excesso pode comprometer o processo de digestão. "A água é o nutriente mais importante do organismo, porque toda reação química depende de água. A boa ingestão de água ao longo do dia faz com que você segure um pouco a alimentação. A ideia é chegar aos 2 litros por dia, em média, considerando líquidos em geral".

    20. Beliscar o dia todo 
    O hábito de beliscar é um problema para muita gente. Além de ser uma das causada da obesidade, o ato pode acabar virando uma constante e trazer diversos problemas. "Beliscar alimentos calóricos pode gerar um aumento de peso e a compulsão alimentar".

    Conheça nosso Treinamento clicando aqui

    Informações:
    meutreinoinsano@gmail.com 
    + 1 (410) 629-9321 Philadelphia, PA - USA
    + 55 (21) 98888-3255 Rio de Janeiro, RJ - BRASIL

    quinta-feira, 5 de maio de 2016

    ERROS QUE ENGORDAM - PARTE 1

    Treino Insano

    Fazer seis refeições por dia, cortar os doces, comer frutas e verduras. Tudo isso, na teoria, está na ponta da língua da maior parte das pessoas. No entanto, na vida prática, nem sempre é simples manter o peso ideal a partir de hábitos saudáveis.

    Fazer loucuras para perder alguns quilinhos só traz malefícios para a saúde; reeduque-se e mantenha as curvas de maneira saudável

    De acordo com os especialistas, a educação alimentar é uma das principais ferramentas para entrar em forma, e a mudança de hábito não começa na academia ou no consultório - e sim, dentro de casa.

    Reunimos 50 erros bastante comuns na alimentação do brasileiro, com orientações simples de como evitar estes hábitos. E é nas pequenas mudanças que os quilinhos vão diminuindo na balança. Confira.

    1. Não tomar café da manhã 
    Algumas pessoas não têm tempo para tomar o café da manhã, outras, simplesmente não têm fome. Depois de um jejum de, no mínimo, seis horas, o corpo precisa de energia para seguir suas atividades. De acordo com a nutricionista Paula Castilho, a primeira refeição do dia é essencial. "Assim, damos energia para que o corpo possa funcionar e evitamos quadros de hipoglicemia e mal estar", ressalta.

    Hipoglicemia: choque de insulina, nível de açúcar baixo. Ignorar os sintomas da hipoglicemia pode acarretar em consequências graves, como a perda de consciência. Isso porque o cérebro necessita de glicose para funcionar propriamente.

    2. Tomar muito café ao longo do dia 
    Um cafezinho fresco é algo irresistível para boa parte dos brasileiros; ele quebra a rotina e representa uma pausa agradável entre as tarefes do dia. Mas como tudo em excesso é prejudicial, com ele também não poderia ser diferente. "O café é bom para o coração, é energético, porém, tem cafeína, que em excesso pode fazer mal para o organismo, principalmente para quem tem histórico de pressão alta. Além disso, o café pode dar celulite ou acentuar o quadro. Uma xícara de café pequena por dia é o suficiente".

    3. Cortar o carboidrato radicalmente da alimentação 
    Essa é uma técnica que algumas pessoas usam tentando emagrecer alguns quilinhos. Segundo os nutricionistas, a primeira resposta do corpo é mesmo o emagrecimento. Mas depois de certo tempo, começam os problemas. "A falta de carboidrato pode causar uma fadiga muito grande, a pessoa vai ficar completamente sem energia, apática, cansada, pode ter queda de cabelo, enfraquecimento das unhas e mau humor".
    O ideal é incluir um carboidrato em todas as refeições, mas sempre de maneira equilibrada. "Escolher o tipo de carboidrato é melhor do que tirar: legumes, frutas, verduras, grãos integrais, aveia, linhaça, e arroz integral são alimentos que têm uma quantidade adequada de fibras e isso também ajuda a pessoa a perder peso".

    4. Pular refeições 
    Com a correria do dia a dia, pular uma refeição acaba sendo um erro bastante comum. "Devemos comer de três em três horas para fazer com que o organismo entenda que ele não vai ficar sem energia, assim, evitamos com que ele armazene em forma de gordura ao invés de queimar". O indicado é tentar fazer, em média, uma refeição a cada três horas, sempre com opções pouco calóricas.

    5. Não comer verduras e legumes 
    O fato de não inserir legumes e verduras é prejudicial porque o corpo terá uma menor ingestão de fibras. "As fibras ajudam com a sensação de saciedade. Se a pessoa não ingere fibras, vai acabar comendo outras coisas que não deveria. Além disso, elas controlam o colesterol, a glicose no sangue, e funcionam como um fator protetor."

    O ideal, segundo especialistas, é que o hábito seja incentivado desde a infância, mas, caso isso não seja possível, uma dica é tentar ir incluindo mais opções no prato gradativamente, até identificar quais são os legumes e verduras de preferência.

    6. Comer muita pimenta 
    Para quem gosta de uma boa pimenta, não há limites para ardência. E, segundo os nutricionistas, até certo ponto a pimenta pode até ser benéfica, porque possui substâncias antioxidantes. "Além disso, a pimenta vermelha é termogênica, ou seja, tem um efeito de acelerar o metabolismo". Mas o excesso não é recomendado. "Para algumas pessoas, pode levar a alterações no estômago, a uma gastrite ou piora da mesma. Portanto não é ruim consumir, mas isto vai depender da pessoa e da quantidade".

    7. Comer um doce no lugar de uma refeição 
    "Nunca devemos trocar um doce por um prato de comida, o doce possui carboidratos simples que libera açúcar no sangue muito rápido. Além do aumento de peso, ele pode gerar picos de glicemia altos, gerando mal estar".

    8. Exagerar nos alimentos light 
    Muita gente se joga nos alimentos light sem ao menos ler a tabela nutricional presente na caixinha. O principal problema dos alimentos light é a quantidade de sódio. "Sempre olhe no rótulo e veja se o sódio é menor do que 100 mg. O sódio ajuda na retenção de líquidos, aumento de pressão e estética defeituosa do corpo como a celulite. Tudo o que não é consumido com moderação na quantidade e horário certo, faz mal para a saúde".

    9. Dieta da sopa 
    Quem quer emagrecer rapidamente muitas vezes acaba cortando de vez os alimentos sólidos. Mas segundo os especialistas este tipo de restrição pode acarretar uma série de problemas. "Se você comer só sopa, não está trabalhando a mastigação, que é o momento em que o corpo libera uma série de substâncias e enzimas importantes e manda a mensagem para o cérebro da saciedade". Outro problema é a dificuldade de manter esse padrão de alimentação em longo prazo. "Uma dieta restritiva faz com que a pessoa volte fazer tudo errado e até pior". Para quem gosta de tomar uma sopinha a noite, a especialista ressalta que é importante que a sopa tenha um pouco de consistência. Ela dá como dicas ingredientes como flocos de aveia, quinua, castanha-do-pará, arroz integral, além de legumes e folhas.

    10. Comer muita carne vermelha 
    Comer carne vermelha em excesso também é um erro comum, especialmente para pessoas que não gostam muito de frango ou peixe. "A carne vermelha possui gordura saturada, isso faz com que o organismo aumente as taxas de colesterol e pode também gerar doenças cardiovasculares com o entupimento de veias. O ideal é consumir carnes magras de duas a três vezes na semana", reforça Paula.


    Conheça nosso Treinamento clicando aqui

    Informações:
    meutreinoinsano@gmail.com 
    + 1 (410) 629-9321 Philadelphia, PA - USA
    + 55 (21) 98888-3255 Rio de Janeiro, RJ - BRASIL

    segunda-feira, 2 de maio de 2016

    SEM TEMPO PARA TREINAR

    Treino Insano

    A falta de tempo é um dos maiores responsáveis pelo sedentarismo. Ir até uma academia e fazer algo que não esteja em comum acordo com seu espírito esportivo, é desanimador.

    Neste caso você deve se perguntar como tem estado a sua saúde, se você leva uma vida sadia, se você está se cansando ao mínimo esforço e se realmente você está se valorizando como pessoa.

    Atividade física e exercícios tem conceitos diferentes. Atividade física é qualquer forma de expressão que envolva contração e relaxamento dos músculos, como fazer uma caminhada leve no final do dia. Enquanto que exercício é todo o meio de aplicar uma atividade com objetivos determinados e programados, como levantar 5 kg em séries de 10 repetições.

    É de consenso na literatura mundial de saúde que pessoas sedentárias tem diversos problemas físicos, como pressão alta, diabetes, entre outros. Já as pessoas que tem o mínimo de 200 calorias gastas em atividade física, têm menos chances de ficar com algum tipo de doença.

    Trabalhar o dia inteiro e estudar, chegar em casa cheia(o) de saudades da própria cama. Muitas das vezes trabalhar tanto que algumas refeições ficam espaçadas demais e os fast foods da vida acabam piorando a situação. Podemos relatar diversos fatores que dificultam e desanimam as pessoas a saírem de casa para malhar: Trânsito, Segurança Pública, Escassez de Estacionamentos, Transporte Público Precário, etc.


    Um dos produtos que nós da Treino Insano oferecemos é justamente voltado ao público que não tem tempo de ir a academia, mas precisa mudar a vida sedentária urgentemente. Todos os dificultadores citados no parágrafo anterior não são problemas para começarmos o nosso treinamento.

    Nosso objetivo é transformar entre 20 a 30 minutos disponíveis no seu dia a dia em atividades Insanas. Nos dê alguns minutos por dia, apenas alguns minutos e transformaremos o seu corpo e a sua saúde em poucas semanas.

    Sem horários fixos. Sem equipamentos. Sem sair de casa. Funcionamos online 24 horas por dia. Experimente nosso #Desafio5diasInsano gratuitamente.


    Conheça nosso Treinamento clicando aqui

    Informações:

    meutreinoinsano@gmail.com
    + 1 (410) 629-9321 Philadelphia, PA - USA
    + 55 (21) 98888-3255 Rio de Janeiro, RJ - BRASIL

    quarta-feira, 27 de abril de 2016

    HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

    Rodrigo Costa


    Conheça nosso Treinamento clicando aqui

    Informações:
    meutreinoinsano@gmail.com
    + 1 (410) 629-9321 Philadelphia, PA - USA
    + 55 (21) 98888-3255 Rio de Janeiro, RJ - BRASIL

    Treinamentos

  • CardioCardio Burner
  • ForçaForça Burner
  • AbdominalAbs Burner
  • DVD Pack´s(em análise)
  • Extreme Live ClassMensal
  • Extreme Live ClassBimestral